BLOG, CULTURA

Armazém Companhia apresenta espetáculo premiado “Hamlet” em Parnamirim

A Armazém Companhia de Teatro traz um espetáculo carregado de som, fúria e subversão ao Rio Grande do Norte. A releitura de “Hamlet”, clássico de Shakespeare, será apresentada no Cine Teatro Municipal Parnamirim na sexta-feira (14), a partir das 20h, e no sábado e no domingo (16), às 19h.

Os ingressos são vendidos online ou na Compadre Barber Shop (Av. dos Ipês, 742 – Neópolis, Natal – RN, 59080-115) a R$ 40 e R$ 20 (meia).

De acordo com texto publicado pelo diretor, Paulo de Moraes, Hamlet é uma história de destruição de uma ordem estabelecida.

“A destruição de um tempo em que o consentimento coletivo (e inconsciente) à manipulação está em toda parte e ao redor de todos. Hamlet (a personagem) é o agente provocador da destruição desta ordem. E Shakespeare, pra quem desconhece, é um genial dramaturgo recém-descoberto, com algumas coisas urgentes a dizer sobre a guerra, sobre a loucura do mundo e sobre nossos líderes políticos modernos”, escreveu.

No Hamlet da Armazém Companhia de Teatro, sete atores dão vida aos personagens de Shakespeare (Patrícia Selonk, Ricardo Martins, Marcos Martins, Lisa Eiras, Jopa Moraes, Isabel Pacheco e Luiz Felipe Leprevost). A tradução ficou a cargo de Maurício Arruda Mendonça, parceiro habitual de Moraes em muitas dramaturgias montadas pelo grupo.

Hamlet recebeu o Prêmio Cesgranrio de Teatro 2017, na categoria de Melhor Iluminação; o Prêmio Shell 2017 de Melhor Cenário; o Prêmio APTR para Melhor Atriz Coadjuvante (Lisa Eiras) e Melhor Cenário; e Prêmio Cenym 2017 de Melhor Atriz (Patrícia Selonk) e Melhor Companhia de Teatro.

Patrocinada pela Petrobras desde 2000, a companhia completou 30 anos de existência no final de 2017. Foi criada em 1987, em Londrina, Paraná. Com mais de 30 prêmios nacionais no currículo, a companhia também foi premiada duas vezes no Festival Fringe de Edimburgo (na Escócia), com o prestigiado Fringe First Award (2013 e 2014) e no Festival Off de Avignon (na França), com o Coup de Couer de la Presse d’Avignon (2014).

 

Artigo anteriorPróximo artigo
Isabela Santos
Isabela Santos é jornalista e repórter da agência Saiba Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *