CAPA, CIDADANIA, DEMOCRACIA

Eleitores de Bolsonaro agridem estudante e ameaçam candidatas do PT

Matheus Rocha tem 22 anos. Um jovem comum, estudante da Licenciatura em Ciências Biológicas na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), que fazia o caminho de sempre para casa, quando foi mais uma vítima do ódio disseminado pela campanha do candidato à Presidência Jair Bolsonaro. O fato aconteceu na terça-feira (9), por volta das 19h.

A ameaça se estendeu até mesmo às candidatas Fátima Bezerra, que disputa o governo do RN, e Natália Bonavides, eleita deputada federal no domingo (7). “Elas também vão morrer”, disseram, ao arrancar os adesivos de campanha que ainda estavam colados na mochila do estudante.

No início da noite, Matheus caminhava no bairro Dix-sept Rosado, pelas proximidades do cruzamento das avenidas 9 (Coronel Estevam) e Bernardo Vieira. Ali foi cercado pelos dois agressores que jogaram sua bolsa no chão e o empurraram contra a parede.

“Primeiro perguntaram de onde eu tava vindo e não consegui falar nada, porque fiquei assustado. Aí um deles falou que aquilo que tava na minha bolsa mostrava o tipo de pessoa que eu era”, relatou Matheus.

“Viadinhos como você vão todos acabar em uma vala. E eu vou ser um dos que vai ajudar a matar”, foi o que o estudante ouviu. A justificativa também foi dada: aquilo estava acontecendo por apoiar o PT e as candidatas petistas do estado.

“Disseram que elas também iam morrer com o tempo. A gente seria só os primeiros, elas iriam morrer depois”, contou, preocupado. Tanto que no dia seguinte procurou voltar pra casa antes do anoitecer e parou de usar os adesivos, seguindo a recomendação dos amigos, mesmo se sentindo censurado. “É horrível não poder mostrar o que você pensa”.

Matheus disse que tem conversado com os amigos da UFRN e perceberam que ele não foi a única vítima desse tipo intolerância. A cada dia, surge mais um caso de agressão cometida pelos simpatizantes da extrema direita.

“Todo mundo tá com muito medo, já não tem esperança de nada, só de se esconder”, lamentou.

Artigo anteriorPróximo artigo
Isabela Santos
Isabela Santos é jornalista e repórter da agência Saiba Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *