BLOG, CIDADANIA

Leilane Assunção: “Estive perto da morte, mas agora estou mais perto da vida”

Leilane Assunção escreve às quintas-feiras, na agência Saiba Mais

Hospitalizada há 21 dias no hospital Giselda Trigueiro em razão de uma infecção por um fungo que atingiu sete órgãos vitais do corpo, a professora e historiadora Leilane Assunção falou pela primeira vez sobre seu estado de saúde. Em plena recuperação, Leilane tem previsão de alta em, no máximo, duas semanas, quando retomará a rotina da vida e a coluna semanal, sempre às quintas-feiras, no portal da Agência Saiba Mais.

– O que me salvou foi ter um bom coração e ter um cérebro que, segundo a tomografia, se revelou sem nenhum dano neurológico. Queria agradecer a todos pela torcida, pela rede de apoio e solidariedade. A vaquinha virtual está sendo um sucesso. Queria agradecer a todos os meus amigos, à rede de amor que estou recebendo, Kênia Almeida, Lina, minha família, a própria Saiba Mais, ao Sinasefe, a Renfa, ao Grupo de Mães pela Diversidade, ao coletivo Cannabis Ativa, ao Movimento LGBT, a Tatiane Macedo que está fazendo uma rifa de tatuagem e ao cantor Felipe Nunes, que vai fazer um show e um bazar beneficentes na cervejaria Resistência, em Ponta Negra, além de pequenas iniciativas de rifas e, principalmente, aos convites de entrevista de emprego que, finalmente, começaram a chegar.

A falta de informações oficiais sobre o estado de saúde da historiadora movimentou amigos, familiares, a comunidade acadêmica e vários grupos de whatsaap. Leilane Assunção admitiu que esteve perto da morte e que terá que recomeçar a vida. Ela é a primeira professora universitária transexual do país e manteve vínculo como professora substituta da UFRN até o início do ano, quando o contrato foi encerrado. Ela espera voltar a escrever em até 15 dias, inclusive relatando a experiência como paciente do hospital Giselda Trigueiro e usuária do SUS.

– Estou precisando dessa ajuda mesmo porque minha vida vai ter que começar. Estive perto da morte e agora estou mais perto da vida. E espero que em no máximo duas semanas esteja de volta com minha coluna na Saiba Mais, inclusive narrando a experiência que tive no hospital Giselda Trigueiro.

Bazar

O bazar beneficente com show de Felipe Nunes ocorrerá na próxima sexta-feira (9), a partir das 19h30, na cervejaria Resistência, na rua Cabo de São Roque, 8937, em Ponta Negra.

Para contribuir financeiramente com Leilane Assunção via vaquinha virtual, acesse aqui

Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *