CAPA, DEMOCRACIA

Rede anuncia apoio à Fátima; PSOL e Solidariedade decidem até quinta  

A candidata do PT ao Governo do RN Fátima Bezerra não esperou nem 24 horas para iniciar as conversas em torno das alianças para o 2º turno das eleições. Pelo menos três partidos foram procurados pela petista e um deles já anunciou apoio: a Rede Sustentabilidade, partido dirigido nacionalmente pela ex-petista e Ministra do Meio Ambiente Marina Silva e que, no Rio Grande do Norte, elegeu o capitão Styvenson Valentim para o Senado com mais de 700 mil votos.

Em contato com a agência Saiba Mais, o vereador de Natal e deputado estadual eleito Sandro Pimentel confirmou que também foi procurado pela candidata do PT para ter o apoio do PSOL no 2º turno e garantiu que, até quinta-feira (11), o partido vai decidir se caminha ao lado de Fátima. Na eleição presidencial, o PSOL foi o primeiro partido a declarar apoio ao candidato petista Fernando Haddad (PT). Em nível municipal, Sandro Pimentel se destacou como o principal opositor à gestão do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT), que concorre ao Governo contra Fátima no 2º turno.

O presidente estadual do Solidariedade e deputado estadual reeleito Kelps Lima informou que tanto ele como o candidato ao Governo da sigla Brenno Queiroga também já foram procurados por representantes do PT e do PDT. Kelps não quis adiantar o rumo do Solidariedade no 2º turno, mas também afirmou que até quinta-feira a executiva estadual do Solidariedade define.

A disputa pela aliança com o Solidariedade deve colocar na mesa as eleições municipais de Natal de 2020. Kelps Lima foi o 2º colocado no pleito de 2016 e deve se lançar à disputa pela prefeitura de Natal mais uma vez daqui a dois anos. Ele tem sido um dos principais críticos das gestões do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves, que administrou a capital durante 14 anos e disputa o 2º turno com Fátima Bezerra.

Porém, um PT fortalecido com uma eventual vitória para o Governo dificilmente deixaria de lançar um candidato à prefeitura, principalmente após as eleições de Natália Bonavides e Fernando Mineiro, ambos com expressivas votações, para a Câmara Federal. Independente do resultado do 2º turno, Carlos Eduardo Alves não concorrerá em 2020, uma vez que foi reeleito para o cargo há dois anos.

1º turno

Fátima Bezerra obteve 748.150 votos no 1º turno, o equivalente a 46,17% dos votos válidos. Em segundo lugar ficou o ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves (PDT), com 525.933 votos ou 32,45% dos votos.

Brenno Queiroga foi o 4º colocado da eleição, com 106.345 votos, um percentual de 6,56%. O candidato do Solidariedade chegou a ser mais votado que o governador e candidato à reeleição Robinson Faria (PSD) em Natal e Mossoró, os dois principais colégios eleitorais do Estado.

Os candidatos ao Governo pelo Solidariedade (Brenno Queiroga), PSOL (professor Carlos Alberto) e Rede (Freitas Júnior) tiveram, juntos, 146.718 votos, soma equivalente a 9% dos votos válidos.

 Rede

O posicionamento da executiva estadual da Rede foi comunicado pelos dirigentes Freitas Júnior e João Napoleão, candidatos ao Governo e ao Senado pelo Partido no primeiro turno. Freitas destacou a coerência do apoio à candidata do PT com o que defende a Rede.

“Nesse momento de crise que passa o Rio Grande do Norte nós decidimos por apoiar a única candidata de origem popular e que deverá ser a única mulher governadora do Brasil”, ressaltou Freitas Júnior.

Fátima agradeceu o apoio e disse que a parceria com a Rede contribuirá, entre outras coisas, para aprimorar o programa de Governo, sobretudo na área de Meio Ambiente e sustentabilidade. “A vinda de Freitas e da Rede para nossa campanha enriquecerá de forma qualificada nosso projeto para um Rio Grande do Norte melhor de se viver”, disse Fátima.

Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *