BLOG, DEMOCRACIA

OPINIÃO: Robinson baixa o nível da campanha e dá facada na própria reputação

O governador Robinson Faria (PSD) decidiu dar uma facada na própria reputação, ao vivo, diante de todo o Rio Grande do Norte. Em entrevista à InterTV Cabugi nesta quarta-feira (12), o governador avalizou uma notícia falsa antiga que vem circulando nas redes sociais e afirmou, na afiliada da Rede Globo no Estado, que o presidente do Sindicato do Crime, uma das organizações criminosas que também atua dentro da penitenciária de Alcaçuz, declarou apoio à senadora Fátima Bezerra, candidata do PT que lidera todas as pesquisas de opinião para o Governo.

Robinson Faria, político experiente, presidente da Assembleia Legislativa por oito anos, ex-vice-governador e atual chefe do Executivo, tem a exata noção da gravidade da informação que divulgou, insinuando uma aliança da candidata petista com o Sindicato dos Crime.

Agora, o mínimo que se espera é que a candidata petista acione judicialmente o governador.

Ao fazer uma declaração pública e irresponsável como essa, Robinson demonstra que é capaz de qualquer coisa para vencer as eleições. A Agência Saiba Mais já mostrou que o governador vem mentindo em relação às realizações do Governo, já que nem os auxiliares do Governo ou a equipe de campanha confirmam as 1.200 obras que ele vem divulgando como feitos da atual gestão.

Mas baixar o nível da campanha a esse patamar, tentando relacionar a candidata que lidera as pesquisas com uma facção criminosa sem provas é, além de irresponsável, criminoso.

O próprio governo Robinson lançou uma campanha alertando a população contra a divulgação de boatos e fake news. Parece que o exemplo não foi assimilado pelo andar de cima da governadoria.

E faltando menos de um mês para as eleições, tudo indica que será daqui para pior.

 

 

Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *