A retórica conservadora II: o anticomunismo

 Não há elemento mais retrógrado e obsoleto nos discursos da direita brasileira, dos apoiadores do golpe de 2016, daqueles que o promoveram e o realizaram, dos conservadores de vários matizes do que a retórica anticomunista.

João Victor escreve aos sábados

Eleição sem Lula é golpe, mas um olhar realista sobre ele precisa ser feito

 É possível enxergar os abusos cometidos contra Lula, se posicionar contra ilegalidades, mas seguir não conseguindo aceitar que as políticas de conciliação com setores parasitários e as relações nada republicanas com donos de empreiteira são “um mal necessário” para a construção de um governo com avanços sociais.