Ana Clara Dantas escreve às sextas-feiras

A espiral do silêncio

Era uma criatura feia e empolgada. Falava sem parar. Citava pensadores clássicos e contemporâneos, gostava de alardear sua erudição. No entanto, quase sempre se colocava como defensor e integrante das classes mais desfavorecidas.