Dois livros pelo direito à palavra

Respiremos fundo. É o que pede a escritora e professora Cellina Muniz ao falar dos recentes acontecimentos do governo Bolsonaro na área de Educação