Agressões a jornalistas são provocadas pela postura de Bolsonaro, rebatem entidades de defesa da categoria

Neste domingo (3), em novo protesto contra instituições democráticas e reivindicando o fim do isolamento social em frente ao Palácio do Planalto, seguidores de Bolsonaro agrediram o fotógrafo do jornal o Estado de S.Paulo Dida Sampaio, o motorista do veículo Marcos Pereira e o repórter da Folha de S.Paulo Fábio Pupo, que tentava defender o colega.