DEMOCRACIA, Principal

Prefeitura de Natal atrasa salário e servidores da saúde ameaçam greve em janeiro

A prefeitura de Natal deixou os servidores municipais sem salário na virada do ano. A informação pegou o funcionalismo de surpresa. O Sindsaúde está convocando os demais sindicatos que atuam na saúde no município de Natal para uma assembleia geral dia 5 de janeiro.

A previsão de pagamento é na primeira semana de janeiro, mas não há garantia.

Caso os vencimentos referentes a dezembro não sejam depositados até a data, os trabalhadores ameaçam uma greve unificada:

– Já não basta passar o ano inteiro sofrendo com os cortes nas gratificações e com a sobrecarga exaustiva de trabalho – acentuada ainda mais nestas últimas semanas de dezembro devido ao surto da epidemia da gripe H3N2 na capital potiguar – os profissionais da saúde de Natal sequer terão os seus direitos respeitados, e receberão seus salários apenas na primeira semana de janeiro”, diz a entidade, em nota.

Recentemente, o prefeito Álvaro Dias (PSDB) apareceu dançando durante um show de forró em Natal, cena interpretada como um deboche aos servidores:

– O prefeito, além de gestor, é médico e parece não se importar com a saúde da população. Pelo contrário, Álvaro Dias é mais comprometido com os empresários, e por isso, permitiu a retomada de eventos e festas com aglomeração. A exemplo do Carnatal que ocorreu há três semanas, reunindo cerca de 15 mil pessoas na capital. Parece uma grande ironia, mas a verdade é que o prefeito está comprometido com o adoecimento dos trabalhadores da saúde e da população. Se realmente ele estivesse preocupado com a saúde, teria outra postura. Enquanto a população passa sufoco nas UPA’s, o prefeito está preocupado em negociar com os empresários o Plano Diretor da cidade, que vai privilegiar os ricos e excluir os mais pobres”, enfatiza o Sindicato.

A Agência Saiba Mais entrou em contato com a assessoria de comunicação da prefeitura de Natal, mas até o momento não recebeu resposta do órgão.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo