CIDADANIA

Alunos que farão IFRN ou ENEM terão atividades individuais presenciais na rede estadual

As aulas na rede estadual pública de ensino do Rio Grande do Norte serão retomadas apenas em 2021. No entanto, estudantes que vão entrar no ensino médio e farão prova para o IFRN, além daqueles que farão o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio), poderão realizar, de forma excepcional, atividades presenciais. Os encontros entre alunos e professores devem acontecer de maneira individual, para que os estudantes tirem dúvidas e montem um calendário de estudos. A decisão foi publicada numa edição extraordinária do Diário Oficial do Estado do último sábado (19). No documento é ressaltado que a suspensão das aulas não implica na suspensão do calendário escolar.

Em 2020 vamos buscar os alunos que estão fora das escolas, fora das atividades remotas, que estão autorizadas desde o dia cinco de maio e serem consideradas na carga horária. Sabemos das dificuldades que temos e vamos trabalhar muito forte com os alunos que fazem o 3º ano do ensino médio, a 9º série do ensino fundamental e aqueles que fazem a Educação de Jovens e adultos (EJA), além dos que precisam de um certificado de que terminaram o ano, para que eles possam em caso de necessidade, presencialmente, serem orientados na escola, para que seja construído um plano de estudo para esses alunos, de forma agendada, para que possamos orientá-los melhor”, explica Getúlio Marques, Secretário Estadual de Educação do Rio Grande do Norte.

Caberá à Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer (SEEC), em conjunto com o Gabinete Civil da Governadora do Estado (GAC) e a Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP), o Conselho Estadual de Educação do Rio Grande do Norte (CEE/RN) e o Conselho Estadual de Saúde do Rio Grande do Norte (CES/RN) estabelecer em quais casos esses encontros presenciais poderão acontecer.

A decisão do retorno das aulas presenciais da rede pública somente em 2021 foi tomada em conjunto pela Secretaria de Educação do Estado e a União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime). As aulas do ensino básico e superior da rede privada, poderão ser retomadas a partir do dia cinco de outubro, desde que tenham autorização dos municípios para funcionar, já que cada cidade tem autonomia para decidir.

Para garantir o controle da pandemia do novo Coronavírus, o Governo do Estado lembra que é preciso observar a taxa de transmissibilidade, o baixo índice de ocupação dos leitos para Covid-19 e as condições de segurança sanitária. As aulas presenciais estão suspensas no Rio Grande do Norte desde o dia 18 de março.

Covid-19

Até a manhã desta segunda (21), o Rio Grande do Norte estava com 42% dos leitos de covid-19 ocupados. Eram 249 pacientes internados em leitos críticos e clínicos. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde Pública, são 67.217 casos confirmados e 31.719 suspeitos da doença. O RN já soma 2.352 mortes por Covid-19 e há outros 312 óbitos em investigação. Até o meio-dia, oito pacientes (seis críticos e dois clínicos) aguardavam por leitos e outras dez pessoas esperavam por transporte para serem removidas.

Ocupação dos leitos por região

Região Metropolitana de Natal: 38%

Oeste: 50%

Alto Oeste: 90%

Seridó: 44%

Trairi/Potengi: 18%

Regiões do Mato Grande e do Agreste potiguar: não possuem pacientes internados em leitos de UTI.

 

 

 

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *