TRANSPARÊNCIA

Álvaro Dias autoriza a reabertura de academias com ar-condicionado; taxa de transmissão do coronavírus não está controlada

Anúncios

A Prefeitura de Natal autorizou nesta terça-feira (4) a reabertura das academias de ginastica com o uso de ar-condicionado. A ação está prevista na fração 2 da terceira fase do plano de retomada gradual das atividades econômicas. A decisão foi baseada nos dados epidemiológicos da capital.

Além das academias, o prefeito Álvaro Dias autorizou o funcionamento dos shoppings centers com sistema de ventilação por ar-condicionado em 50% da sua capacidade, incluindo serviços de alimentação das praças de alimentação, bem como clubes, associações, box, studios e similares com sistema de ventilação por ar-condicionado.

Na segunda-feira (3), a secretaria de Estado de Saúde Pública informou que 77 municípios do Rio Grande do Norte estão com taxas de transmissibilidade acima de 1%, o que apresenta risco para a população. Os municípios de Pau dos Ferros e São Gonçalo do Amarante apresentaram taxa alarmante, R(t) 5 em transmissão, o que significa que uma pessoa contaminada tem potencial para transmitir o vírus para pelo menos outras cinco pessoas. Além desses, estão em zona de alerta os municípios de Caicó com 1,63, Mossoró 1,25, Macaíba 1,24, Parnamirim 1,21, Santa Cruz 1,08. Embora Natal apresente taxa de 1%, a capital atrai moradores de várias cidades vizinhas, o que também apresenta risco.

O horário de funcionamento das academias deve acontecer de 5h às 22h. Nos shoppings, o horário permanece o mesmo do decreto anterior, das 12h às 20h, todos os dias da semana. A praça de alimentação deve seguir o mesmo horário determinado aos shoppings.

Álvaro Dias esclareceu que a capital tem apresentado índices positivos mesmo com a retomada das atividades econômicas. Para ele, a reabertura do comércio deve acontecer a partir da apresentação de índices positivos, segundo recomendações da Organização Mundial de Saúde.

“Ficamos felizes ao observar a curva decrescente no último mês no número de casos, óbitos e ocupação de leitos, após a retomada gradual das atividades econômicas em vários setores, que destaco: está acontecendo de forma responsável com critérios, fiscalização e muita colaboração de grande parte da população”, pontuou o prefeito.

RN tem 1.900 vidas perdidas para a Covid-19

O Rio Grande do Norte registrou nesta terça-feira (04) a marca de 1.900 óbitos por Covid-19. Os dados são da secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap).

Em análise feita pelo Portal G1, o estado passou a ser considerado estável no índice de média móvel. Há algumas semanas atrás, o RN apresentou queda e chegou a ficar em segundo lugar no ranking de estados com maior redução nesse dado.

O Secretário Estadual de Gestão de Projetos e Metas Fernando Mineiro ressaltou em coletiva de imprensa, realizada na segunda-feira (06), os trabalhos que o poder executivo estadual tem feito para garantir a redução nos índices. Ele ressaltou a atual situação do estado quanto ao índice de média móvel de mortes diárias.

“O Governo tem trabalhado intensamente, cuidando não só do litoral, mas dos interiores do estado. No índice de média de óbitos diários, saímos da queda para a estabilização. O retorno dos dados positivos dependerá do envolvimento da população e dos municípios”, afirmou Mineiro.

Dados epidemiológicos

O Rio Grande do Norte possui 52.184 casos confirmados, 62.566 suspeitos e 1.900 óbitos. Desses, apenas 1 óbito foi registrado nas últimas 24 horas. O aumento no número de casos de mortes foi devido ao reforço na análise e conclusão dos que estavam em investigação. Os dados são do boletim epidemiológico da Sesap e pode ser consultado no site.

Artigo anteriorPróximo artigo
Allan Almeida
Jornalista potiguar em formação pela UFRN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *