Sem categoria

Álvaro Dias nega preocupação com denúncia sobre “Trem da Alegria” na AL

Álvaro Dias é vice-prefeito de Natal
Anúncios

O vice-prefeito de Natal Álvaro Dias (MDB) negou preocupação em relação à denúncia que o Ministério Público ajuizou contra ele por inflar a folha de pessoal da Assembleia Legislativa, no período em que foi presidente da Casa (1997-2003). O MP move 21 ações contra 193 pessoas, acusados de terem sido efetivadas de forma ilegal, a partir dos anos 1990, por meio de atos secretos, espécie de diário oficial paralelo da AL que não era publicado em lugar algum. O esquema, na época, foi batizado de “Trem da Alegria”.

Álvaro Dias deve assumir a prefeitura de Natal a partir de 8 de abril, quando a legislação eleitoral obriga os chefes de executivo a renunciarem ao posto se forem concorrer à cargos majoritários. Como o prefeito Carlos Eduardo Alves (PDT) afirmou que deve mesmo disputar o Governo, Dias assumirá o município.

Ao Blog, sobre a denúncia do MP, Álvaro Dias explicou que apenas pediu a transferência para a Assembleia Legislativa de funcionários lotados no Executivo. “Nunca houve ato secreto, nunca existiu isso. Pedimos a transferência de funcionários que trabalhavam no Executivo, apenas isso”, afirmou.

Prefeitura

Anúncios

Sobre mudanças à vista no secretariado, Álvaro Dias afirmou que ainda vai conversar com o prefeito sobre o assunto. Ele comentou que deve preservar a maioria dos auxiliares de Carlos Eduardo: “Vou ver com o prefeito ainda. Mas acho que em time que está ganhando não se mexe”, despistou.

Questionado se em 2016, quando a aliança foi sacramentada para a disputa da reeleição de Carlos Eduardo, havia acordo para que ele assumisse agora a prefeitura, o vice-prefeito negou: “De jeito nenhum. Nunca houve isso”, afirmou.

Carlos Eduardo

Embora Álvaro Dias afirme que o assunto ainda será pautado em reunião com o prefeito, Carlos Eduardo Alves afirmou que está tranquilo em relação à isso. Semana passada, segundo Alves, os dois tiveram uma conversa e Álvaro Dias o tranquilizara em relação à mudanças. “Nunca pedi, mas ele mesmo, na semana passada, conversou comigo, iniciativa do próprio Álvaro, e disse “olha, prefeito, o que eu desejo mesmo é o resultado. Não adianta eu trazer secretario A, B ou C para parar as obras da prefeitura”. Ele me disse para que não me preocupasse com isso porque que ele não pretende mudar nem o garçom do gabinete. Se as coisas estão funcionando, mesmo à duras penas pelos efeitos da crise financeira, então o que não pode é haver descontinuidade. Então ele já deu essa palavra, o que me tranquilizou, porque nós temos em curso muitos projetos, muitas obras, muitos programas. Com relação a isso eu não tenho preocupação”, disse o prefeito ao Blog.

Anúncios
Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"