CIDADANIA

Com 97% de ocupação, Região Oeste terá mais 23 leitos para pacientes com covid-19

Para expandir o número de leitos para pacientes com covid-19 na região Oeste, a Secretaria de Saúde Pública (Sesap) vai enviar, nesta quarta (3), uma equipe com os equipamentos necessários para a ampliação da rede na cidade de Mossoró. Serão 23 leitos, sendo 10 de UTI no Hospital São Luiz (com 70% de custeio do estado e 30% do município), um leito de UTI e dois leitos semicríticos no Hospital Regional Tarcísio Maia e 10 leitos clínicos no Hospital Rafael Fernandes.

Nesta terça (2), a região Oeste do estado estava com 97,7% de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivos e UTI’s), que são aqueles destinados aos pacientes mais graves com covid-19. A cidade está com todos as vagas de internação do Hospital Rafael Fernandes e do São Luiz esgotadas. Ainda há leitos críticos no Hospital Tarcísio Maia, que já está com 90% de ocupação.

Com as 23 vagas, Mossoró passará a contar com 75 leitos Covid no Hospital São Luiz (sendo 50 leitos de UTI e 25 leitos clínicos); 20 leitos Covid no Hospital Rafael Fernandes (sendo 10 de UTI e 10 leitos clínicos Covid) e 10 leitos de UTI Covid no Hospital Tarcísio Maia, além dos dois leitos semicríticos na mesma unidade. O Governo do Estado ainda planeja abrir na Região Oeste mais dois leitos de ventilação pulmonar em Apodi e seis leitos clínicos em Assu.

Dos 97 novos leitos anunciados pelo Governo do RN, 37 estão em funcionamento: no Hospital de Campanha de Natal (10), Hospital Onofre Lopes (9), Giselda Trigueiro (2), Hospital João Machado (2), São Gonçalo do Amarante (10), Pau dos Ferros (3) e João Câmara (1). Estão com a ampliação em curso: 11 leitos no Giselda Trigueiro, 20 leitos no João Machado, 10 leitos no Hospital da Polícia Militar e 4 leitos em Macaíba. Totalizando 105 novos leitos Covid-19 em todo o Rio Grande do Norte.

No momento, 16 hospitais em todo o estado estão com seus leitos críticos esgotados:

Imagens: reprodução Lais/ UFRN
Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *