TRANSPARÊNCIA

RN mantém taxa de ocupação de leitos abaixo de 80% nesta segunda

A taxa de ocupação de leitos críticos no Rio Grande do Norte nesta segunda-feira (13) é de 76,9%. Até às 9h45, 220 pessoas permaneciam internadas em leitos de UTI ou semi-intensivo. Haviam ainda 52 leitos disponíveis e apenas um paciente aguardando transporte para transferência.

De acordo com a secretaria de Saúde Pública, nenhum óbito foi registrado nas últimas 24 horas por Covid-19. O Rio Grande do Norte possui 38.616 casos confirmados, 52.363 suspeitos e 1.380 óbitos por covid-19. Ao todo, 60.420 casos foram descartados e 3.258 pessoas foram curadas. Os dados são públicos e estão disponíveis no boletim epidemiológico divulgado no site da Sesap.

A governadora Fátima Bezerra comemorou os alcances dos números positivos ligados a ações governamentais, tal como o Pacto pela vida. Em sua rede social, ela reforçou que foram abertos mais de 250 leitos críticos nesse período de pandemia:

– Conseguimos zerar a fila de espera por UTIs Covid graças a ampliação contínua, dia após dia, que está sendo realizada pelo Governo do RN. Já são 250 novos leitos só de UTI para Covid. Em toda a história do SUS no RN tinham sido abertos até o ano passado 375 leitos de UTI. A ampliação é de 76,8% e permanecerá à disposição da população quando a pandemia acabar. A rede de hospitais do Pacto Pela Vida segue sendo ampliada e não está limitada aos hospitais estaduais. Diversos leitos em hospitais públicos municipais também contam com apoio e equipamentos do Governo do RN. Nossa prioridade é salvar vidas”, escreveu.

A partir deste cenário, a tendência, conforme coletiva de imprensa realizada na sexta-feira (10), é a continuidade da liberação das atividades econômicas no Estado. As premissas para dar seguimento à segunda fase é a redução da taxa de transmissibilidade e a taxa de ocupação dos leitos permanecerem abaixo de 80%.

 

 

 

Artigo anteriorPróximo artigo
Allan Almeida
Jornalista potiguar em formação pela UFRN.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *