Principal

Após conversa com prefeito, George Antunes pede demissão da secretaria de Saúde de Natal

Anúncios

O secretário de Saúde de Natal, George Antunes, enviou uma carta de demissão ao prefeito Alvaro Dias nesta segunda-feira (01), segundo informou o Blog do BG.

A saída acontece após uma declaração do Secretário na manhã desta segunda em entrevista à InterTv, em que George disse para as pessoas esquecerem os decretos da governadora e de prefeitos e ficarem em casa.

“Esqueçam decreto de governadora e de prefeitos. Esqueçam pelo amor de Jesus Cristo e fiquem em casa. Isso é o maior absurdo que a gente pode ver nos dias de hoje, se falar em flexibilização. O povo deve ficar em casa. Os poderes, os governantes, têm que ter a coragem de dizer o que são serviços essenciais nas suas cidades, o que é serviço essencial dentro desse estado, e não abrir comércio da forma como está sendo aberto, chamar o povo para a rua, distribuir máscara para causar sensação de falsa segurança“, disse George Antunes.

O prefeito Álvaro Dias não teria gostado da fala do médico, que não poupou o município de Natal ao dizer que está “revoltado” com medidas de flexibilização do isolamento social e abertura do comércio. “Estou completamente revoltado, você percebeu até o tom de voz meu que já mudou quando se fala nesse assunto. Para mim é um absurdo”, disse Antunes.

O secretário alertou ainda que a estimativa é que o pico da pandemia do novo coronavírus ocorra no estado próximo ao dia 15 de junho e se mantenha por mais 15 dias. Além disso, George afirmou que as Unidades de Pronto Atendimento em Natal estão superlotadas.

“Eu digo a vocês com toda convicção: se não se tomar uma medidas agora, nós vamos ter um caos instalado nessa cidade. Eu digo a vocês que é uma tragédia anunciada”, disse durante a entrevista.

A demissão do Secretário de Saúde, George Antunes ainda não foi oficializada pela Prefeitura de Natal.

 

 

Artigo anteriorPróximo artigo
Kamila Tuenia
Jornalista potiguar em formação pela UFRN, repórter e assessora de comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *