+ Notícias

As 33 praias do litoral potiguar iniciam o verão totalmente próprias para banho

Anúncios
Com o início do verão, a alta estação enche as praias do litoral potiguar. Das 33, todas estão próprias para banho. A informação foi divulgada pelo estudo realizado no programa Água Azul, um projeto do Instituto de Desenvolvimento Sustentável do Rio Grande do Norte (Idema), Instituto federal do Rio Grande do Norte (IFRN) e a Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico (Funcern). Quanto ao óleo, desde o final de novembro não foram registrados novos casos nem notificação maior emitida pelo idema, conforme divulgado pela agência Saiba Mais
É a primeira vez desde novembro do ano passado que as praias do litoral potiguar foram classificados em sua maioria como próprias. A avaliação é baseada na quantidade de coliformes fecais encontrados nas águas. Na mais recente avaliação, não houve medição de quantidades acima do normal; isso significa que as praias estão liberadas para banho.
Desde novembro, o monitoramento realizado no litoral sul e norte do polo da Costa Branca, que compreende as principais praias da grande metrópole de Natal, verificou que não houve mais nenhuma notificação de chegada do material.
O mais recente relatório divulgado pelo Gabinete de Gestão Integrada de Incidentes, que analisa a situação das praias onde as manchas foram avistadas, registra que apenas a praia de Barra de Tabatinga, no litoral Sul, teve registro recente de aparecimento de óleo, “na forma de pequenos pontos/bolotas, classificados como vestígios esparsos”. Apesar desse resultado, são pequenos vestígios que não irá afetar as férias de quem visita as praias.
“De acordo com os monitoramentos das instituições IBAMA, Defesa Civil e Marinha, o cenário potiguar quanto ao aparecimento de óleo nas praias, está melhorando, pois se reduziu a quantidade de praias com vestígios de óleo e, quando ocorrem vestígios, observa-se que também os quantitativos de óleo são reduzidos”, explica o relatório.
O problema, no entanto, é outro: sem aparecimentos de óleo registrados na capital potiguar no último mês, os órgãos responsáveis pela limpeza das praias alertam para outra grande situação do litoral durante o período com a maior quantidade de turistas por ano: a sujeira causada por seres humanos.
Operação Verão
No período do verão, a Semurb é responsável por coordenar a Operação Verão, que integra diversas secretarias da Prefeitura de Natal a fim de fiscalizar a situação das praias da capital. Iniciada em dezembro, a primeira fase da operação consistiu na fiscalização e notificação dos comerciantes, quiosqueiros e vendedores ambulantes que desrespeitavam as regras do ordenamento da Praia de Ponta Negra.
Segundo o supervisor de fiscalização da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), Leonardo Almeida, há equipes da Urbana nas praias todas as semanas fazendo limpeza. Em Ponta Negra, a limpeza é diária.
Artigo anteriorPróximo artigo
Pedro Torres
Pesquisador e jornalista com foco em direitos humanos, política e tecnologia baseado em Natal/RN. CONTATO: pedrohtorres@outlook.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *