TRANSPARÊNCIA

Assembleia Legislativa exonera Ana Augusta Simas, presa na operação Canastra Real

A chefe do gabinete da Presidência da Assembleia Legislativa do RN, Ana Augusta Simas, foi exonerada na quarta-feira (26). Cargo de confiança do presidente Ezequiel Ferreira (PSDB) foi presa na segunda-feira (17) durante a operação Canastra Real junto com outros cinco ex-servidores (Paulo Henrique Fonseca de Moura, Ivaniecia Varela Lopes, Jorge Roberto da Silva, Jalmir de Souza Silva e Fabiana Carla Bernardina da Silva).  Ela foi liberada da prisão nesta quinta-feira (27). Os demais suspeitos, na quarta-feira (26).

De acordo com o Ministério Público, ela ocupa posição de controle das ações do “consórcio criminoso” iniciado em 2015, fornecendo o seu próprio endereço residencial e do escritório profissional do advogado e procurador da ALRN, Sérgio Augusto Teiceira de Carvalho, para constar nos assentos funcionais e nos cadastros bancários dos fantasmas indicados por ela.

São investigados ainda o diretor geral da Presidência da ALRN, Luiz Gonzaga Meira Neto, o chefe de gabinete do prefeito de Espírito Santo, Kerginaldo Braz de Lima, Franklin Silva dos Santos, Karla Ruama Freire de Lima, Anderson Luiz Crescencio de Souza, Idiane Varela Lopes, Maria Lúcia Pereira, Ygor Fernando da Costa Dias e Stephann Lyle de Araújo Nelson.

A apuração do MP descobriu o desvio de pelo menos R$ 2.440.335,47 no esquema. Ao todo, foram cumpridos 6 mandados de prisão e outros 23, de busca e apreensão. O prefeito e outro homem foram presos em flagrante por posse ilegal de arma de fogo. 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Isabela Santos
Isabela Santos é jornalista e repórter da agência Saiba Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *