Avatar

Carlos Fialho

Carlos Fialho é escritor, publicitário, jornalista e escreve às segundas-feiras
Carlos Fialho escreve às segundas-feiras

Carnaval Sem Partido

O publicitário e escritor Carlos Fialho oferece à prefeitura de Natal sugestões para o carnaval 2020 com base no alinhamento da elite natalense ao governo do escatológico Jair Bolsonaro

Carlos Fialho escreve às segundas-feiras

O Flamengo que envergonha

O publicitário e escritor Carlos Fialho escreve sobre a falta de sensibilidade dos dirigentes do Flamengo com as famílias dos 10 garotos das divisões de base mortos na tragédia do Ninho do Urubu

Carlos Fialho escreve às segundas-feiras

As coisas que aprendi com a bola

O escritor e publicitário Carlos Fialho escreve sobre a importância do futebol para a cultura e a história de uma nação. Em tempos de Copa do Mundo, futebol definitivamente não é apenas um jogo.

Carlos Fialho escreve às segundas-feiras

O Liberal Conservador

O publicitário e escritor Carlos Fialho escreve sobre uma figura do cidadão médio que se auto define como “liberal na economia e conservador nos costumes”, numa tentativa de legitimar preconceitos em público

Carlos Fialho escreve às segundas-feiras

Marcos Vinícius

O escritor e publicitário Carlos Fialho escreve hoje sobre o assassinato do garoto Marcos Vinícius no Rio de janeiro, quando vestia a farda da escola. Em 1992, Fialho também perdeu seu Marcos Vinícius, morto pela polícia do RN