Cellina Muniz

Cellina Muniz

O aro era 14

“Mas antes daquele pneu rolar, ele, Romilson, gostou dela como uma aranha gosta de sua trigésima segunda teia. Como foi mesmo que foram se encontrar? Sabe Deus e Exu desconfia”. Um conto da escritora Cellina Muniz

Da importância de saber rir de si

A escritora e professora Cellina Muniz escreve sobre a importância do riso para a humanidade em tempos de tanto ódio. Pesquisadora do humor, Cellina traz o riso para a pauta científica e sugere que aprendamos com a experiência dos memes

Algumas notinhas sobre o campo literário de Natal

A escritora e professora Cellina Muniz rebate algumas críticas publicadas pelo escritor Manoel Onofre Jr. no site Substantivo Plural sobre o cenário literário do Rio Grande do Norte e destaca que há espaço para todo tipo de escritor. O julgamento fica a cargo do leitor

Sobre as políticas de silenciamento

A escritora e professora Cellina Muniz escreve sobre o potencial da charge de destruir o poder oficial e como o tribunal das redes sociais, parafraseando Tom Zé, reverbera a voz do opressor