Cellina Muniz

Cellina Muniz

Humor e poder

A professora e escritora Cellina Muniz volta a escrever sobre a área do humor relacionado com as eleições presidenciais de 2018. Ao final, recorre a Nietzsche ao lembrar que, através do riso, também se faz a revolução

Bolsonazi e a sociedade da eficiência

A professora e escritora Cellina Muniz recorre ao filósofo coreano Byung-Chul Han para desmistificar a “sociedade da eficiência” prometida, na base da violência, pelo candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL)

Como nomear ? Eis a questão

A professora e escritora Cellina Muniz entra no debate sobre fake news a partir de um viés literário. Um dos questionamentos que faz é se o uso de pseudônimos, tão usual na literatura universal, pode ser taxado de má-fé.

Pão para o espírito

A professora e escritora Cellina Muniz ressuscita a partir de redescobertas em sua Fortaleza perdida um movimento idealizados por padeiros do Ceará reconhecido pela galhofa, a anarquia e o humor escrachado