Tatiana Lima

O não-lançamento do ano

A jornalista e crítica de cinema Tatiana Lima escreve sobre a decisão da Universal de não lançar o filme “Boy Erased – Uma verdade anulada”, sobre as polêmicas terapias de conversão, a chamada “cura gay”.

Sobre a dor e a delícia de ser o que é

A jornalista Tatiana Lima vai na contramão do público que se derreteu pelo filme Bohemian Rhapsody, que se debruça pela trajetória da banda Queen e joga luz sobre a vida de Freddy Mercury. Para ela, falta personalidade, efeito de mudança no roteiro e de direção durante as filmagens

O obscurantismo à espreita

O caminho para o autoconhecimento da sociedade que se informa pelo whatsapp e que rechaça o jornalismo e a leitura talvez seja esse: voltar a se questionar.

Das canções que me consolam

A jornalista Tatiana Lima escreve sobre os preparativos que antecederam a linda manifestação #Elenão protagonizada pelas mulheres contra o machismo, a homofobia, o racismo e o fascismo defendidos e divulgados pelo candidato Jair Bolsonaro (PSL)