CULTURA

Badu Morais celebra prêmio em Cannes: “fazer cinema no Brasil é um ato de resistência e resiliência”

A atriz potiguar Badu Morais é a protagonista de “Céu de Agosto”, filme de curta-metragem brasileiro que recebeu neste sábado (17) uma menção honrosa do júri especial do festival de Cannes, na França. O filme é uma co-produção Brasil e Estados Unidos e foi dirigido pela cineasta Jasmin Tennuci.

Badu não viajou a Cannes com a equipe do filme por um motivo mais do que justificado: na data da premiação, exatamente às 00h22, a atriz trouxe ao mundo o pequeno Ravi, segundo filho dela. Céu de Agosto conta a história de uma jovem gestante preocupada com a saúde de seu bebê, no dia em que uma grande nuvem de fumaça escureceu a cidade de São Paulo. Apesar da coincidência, o curta foi gravado em janeiro de 2020, antes da pandemia, quando a atriz não estava grávida.

Badu Morais é cantora, atriz e preparadora de elenco. O público potiguar a conhece também por trabalhos em publicidade. Ela mora com a família em São Paulo há mais de dois anos e comemorou ainda de resguardo pós-parto o prêmio no festival de cinema mais prestigiado do mundo:

– Para qualquer artista que receba uma menção honrosa de um festival deste nível será sempre recebido como um grande reconhecimento. Neste sentido é sim um prêmio!”, disse.

No filme, Badu interpreta Lúcia, fruto da construção coletiva da equipe:

– Interpretar qualquer personagem é um grande desafio. Lúcia é uma personagem complexa e cheia de camadas. Seu processo de construção foi intenso feito a seis mãos, somando a direção de Jasmin e a preparação de elenco de Nina kopko”, conta.

Para Badu Morais, o prêmio por este filme, especialmente no momento que o país atravessa, é ainda mais significativo:

– Especificamente esta menção honrosa, neste ano, em Cannes, por um filme brasileiro que diz sobre o mal estar que estamos atravessando aqui, é muito significativo e, para além de “prêmio”, é um reconhecimento que atesta que o mundo olha e reflete sobre o que o filme aponta”, afirma.

Em 2021 haviam duas produções brasileiras concorrendo à premiação do gênero. Além de “Céu de Agosto” disputava o troféu Palma de Ouro o curta potiguar Sideral, de Carlos Segundo e com produção da Casa de Praia.

Para Badu, protagonizar “Céu de Agosto” foi uma grande responsabilidade por diversos aspectos. Essa é a segunda experiência da atriz como protagonista no cinema, mas a primeira já lançada em festival. Antes do curta premiado em Cannes, Badu interpretou o papel principal do longa-metragem “Agreste”, de Sérgio Roizenblit, filmado em 2019 e com previsão de estreia para 2022.

Impossível também não olhar para a produção brasileira em Cannes sem citar o cenário de terra arrasada no Brasil, com artistas e produtores vítimas de perseguição pelo próprio poder central do Estado. É o que faz a atriz potiguar valorizar ainda mais o reconhecimento internacional:

– Fazer cinema no Brasil, de uns anos pra cá, infelizmente foi se tornando cada vez mais difícil e um ato de resistência e resiliência”, concluiu.

Perfil

Badu Morais nasceu em Natal (RN), é atriz, cantora e preparadora de elenco. Trabalhando profissionalmente desde 2006, integrou o elenco de diversos espetáculos teatrais e musicais, destaque para o musical “Cangaceiras, as guerreiras do sertão”, texto de Newton Moreno, ganhador do APCA, de melhor dramaturgia e considerado o melhor espetáculo musical de 2019 pelas críticas dos jornais Folha de S.Paulo e Estado de S.Paulo.

No cinema, além do papel principal no curta-metragem Céu de Agosto, dirigido pro Jasmin Tenucci, está no elenco do longa metragem “A Mãe” direção de Cristiano Burlan, e no curta-metragem “Dreno”, do diretor Humberto Giancristófaro.

Badu também é protagonista do longa-metragem “Agreste”, de Sérgio Roizenblit, filmado em 2019 e com previsão de estreia para 2022.

 

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *