TRANSPARÊNCIA

Bancadas federal e estadual destinam mais de R$ 70 milhões para RN enfrentar pandemia

Anúncios

A pandemia do novo Coronavírus (COVID-19), que segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) já provocou mais de 25 mil mortes até a manhã desta sexta (27) e tem levado mais de três bilhões de pessoas ao isolamento social em todo o mundo, suspendeu as atividades presenciais do Legislativo Potiguar desde o dia 18 de março. Apesar disso, de forma remota, os parlamentares continuam propondo medidas para combater a crise.

No âmbito estadual, os deputados Hermano Morais (PSB), Francisco do PT, Kleber Rodrigues (PL), Albert Dickson (PROS), Vivaldo Costa (PSD), Ubaldo Fernandes (PL) e Allyson Bezerra (SDD) destinaram emendas para a área da Saúde e, juntos, os recursos somam cerca de R$ 6 milhões. O valor será destinado para a compra de equipamentos hospitalares, como respiradores, máscaras e luvas, assim como para a construção de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e outras emergências no combate ao Coronavírus no RN.

Ao todo, sete deputados estaduais destinaram R$ 6 milhões para o Estado (foto: Eduardo Maia / ALRN)

Já os deputados federais e os senadores do Rio Grande do Norte remanejaram, nessa quinta-feira (26), R$ 65 milhões das emendas parlamentares de bancada para ações emergenciais de combate ao avanço do novo coronavírus no Estado. O remanejamento diz respeito a emendas do Orçamento do ano corrente e será utilizado para custeio e investimentos.

Os senadores Jean Paul Prates, Styvenson Valentim e Zenaide Maia destinaram R$ 12,6 milhões em emendas para o Estado, enquanto os deputados federais Beto Rosado (Progressistas), Fábio Faria (PSD), Natália Bonavides (PT) e Rafael Motta (PSB) adicionam R$ 23,2 milhões em recursos ao montante, através de emendas com indicação individual.

Duas emendas de R$ 14,6 milhões indicadas pelo Governo do Estado e pela Prefeitura de Natal no final do ano passado foram integralmente remanejadas para a realização de ações emergenciais, conforme solicitação da governadora Fátima Bezerra (PT) e do prefeito da capital, Álvaro Dias (PSDB).

Os recursos poderão ser utilizados pelo Estado e por municípios. A previsão é de que o pagamento aconteça de imediato. A possibilidade de remanejamento foi aberta pelo Governo Federal após o reconhecimento do estado de calamidade pública em razão do avanço do novo coronavírus no Brasil.

Coronavírus no RN

O município de Mossoró registrou o primeiro caso no Rio Grande do Norte de morte de pessoa infectada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2), segundo informou o governo estadual no final da noite deste sábado (28). A vítima é o professor universitário Luiz Di Souza, de 61 anos, com histórico de diabetes, que teve contato com caso suspeito.

A última atualização feita pela Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN (Sesap) informa que, até a manhã deste domingo (29), o Rio Grande do Norte tem 68casos confirmados do novo Coronavírus e 1.414 casos suspeitos em 113 municípios diferentes, entre os quais estão três pacientes que morreram e seus óbitos estão sob investigação.

Artigo anteriorPróximo artigo
Kamila Tuenia
Jornalista potiguar em formação pela UFRN, repórter e assessora de comunicação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *