CULTURA

Ameaças de morte por bolsonaristas fazem Feira do Livro em SC cancelar participação de Miriam Leitão

A comissão organizadora da 13ª Feira do Livro de Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, decidiu cancelar a participação da jornalista Miriam Leitão e do sociólogo Sérgio Abranches após pressão de bolsonaristas que criaram uma campanha nas redes sociais contra a presença no evento.

Uma petição com mais de 3 mil assinaturas foi encaminhada à organização pedindo o cancelamento da participação de Miriam e também do sociólogo Sérgio Abranches.

Num dos trechos, ao se referir à jornalista, o documento diz: “Por seu viés ideológico e posicionamento, a população jaraguaense repudia sua presença, requerendo, assim, que a mesma não se faça presente em evento tão importante em nossa cidade”.

Miriam Leitão conta que havia sido convidada para falar sobre a formação de escritores e sobre seus livros.

“Nós fomos convidados, Sergio e eu, para falar da nossa formação como escritores, dos nossos livros e dos livros que nos marcaram. A mesa “Biblioteca afetiva” nos entusiasmou: iríamos falar do que amamos tanto. Infelizmente, a intolerância foi mais forte, desta vez. Mas o livro sempre vencerá”, afirmou.

O coordenador geral da feira, João Chiodini, disse que a decisão de desconvidar a jornalista e o sociólogo foi tomada “com vergonha”, mas “para garantir a segurança dos convidados”.

“Logo depois que anunciamos (os nomes), recebi ligações, mensagens e comentários nas redes dizendo que os dois seriam recebidos com ovadas. É a primeira vez que isso acontece em 12 anos de evento”, disse Chiodini, para quem “é muito triste o que está acontecendo”.

Ele também destacou que a feira é gratuita, aberta à população e que não esperava nenhum tipo de manifestação. Uma das mensagens recebidas pela organização faz referência ao protesto que ocorreu neste final de semana na Feira Literária de Paraty (Flip), contra o jornalista Glenn Greenwald.

“Nesses 12 anos, a feira já enfrentou inúmeras dificuldades, da escassez de recursos financeiros até enchentes. Mas nunca, em toda sua história, a festa da literatura foi atacada pela escolha de seus convidados”, afirma nota em que a organização anuncia o cancelamento do convite a Miriam Leitão e Abranches.

*Por Brasil 247, com informações de O Globo

Artigo anteriorPróximo artigo
Pedro Torres
Pesquisador e jornalista com foco em direitos humanos, política e tecnologia baseado em Natal/RN. CONTATO: pedrohtorres@outlook.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *