CIDADANIA

Bolsonaristas invadem audiência pública sobre impacto ambiental de empreendimento no RN

Uma audiência pública virtual realizada pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema) nesta terça-feira (14) foi interrompida por um grupo de bolsonaristas que invadiu a sala da plataforma Google Meet.

O Idema publicou nota informando sobre o cancelamento do evento. Nova data ainda será marcada e anunciada. O tema do debate era a viabilidade de um complexo eólico na região da Costa Branca potiguar, que faz parte de análise do Instituto, no tocante ao licenciamento ambiental.

A intenção era apresentar e discutir o Estudo de Impacto Ambiental – EIA e respectivo Relatório de Impacto Ambiental – RIMA, referente à implantação do empreendimento que deve ser instalado no município de Porto do Mangue.

O Complexo Eólico é composto pelas Centrais Geradoras Eólicas Porto I, II, III, IV, V, VI, VII, VIII e IX, com 75 aerogeradores, capacidade instalada de 450 MW em uma área total de 7.429,88 ha, de interesse da empresa Porto Energia Eólica S.A.

Foto: Caroline Macedo

Poucos minutos depois de iniciada a audiência, às 9h30, mensagens de “Bolsonaro 2022” começaram a chegar ao chat enquanto os hackers roubaram o controle da sala virtual e emitiram áudios desconexos, segundo assessor técnico e supervisor do Núcleo de Energias, Kepler Brito.

“A sala ficou vulnerável e o coordenador achou por bem adiar. Atrapalhou todo o roteiro, prejudicando o andamento desse trabalho. Colocaram músicas aleatórias, com vozes metalizadas, áudios de coisas aparentemente desconexas e dizendo que o sistema estava hackeado”, detalhou Brito, informando ainda que foi aberto um procedimento interno com as informações necessárias a serem encaminhadas à Polícia Civil para investigação do caso.

 

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Isabela Santos
Isabela Santos é jornalista e repórter da agência Saiba Mais

1 Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *