DEMOCRACIA

Bolsonaro ameaça Fux e o STF: o Judiciário pode “sofrer aquilo que não queremos”

O presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) voltou a fazer ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF) na manhã desta terça-feira, 7 de Setembro, em Brasília. Em manifestação para apoiadores, que contou com número muito aquém do esperado pelos organizadores, ele afirmou que não aceitará que qualquer autoridade tome medidas ou assine sentenças fora das quatro linhas da Constituição. Num discurso raivoso, ele voltou a ameaçar o presidente do STF Luiz Fux e o Supremo:

– Juramos respeitar a nossa Constituição. O ministro específico do STF perdeu as condições mínimas de continuar dentro daquele tribunal. Não podemos continuar aceitando que uma pessoa específica continue paralisando a nossa nação. Não podemos aceitar”, discursou, antes de prosseguir:

“Não mais aceitaremos qualquer medida, qualquer medida, qualquer ação ou qualquer certeza que venha de fora das quatro linhas da Constituição. Nós também não podemos continuar aceitando que uma pessoa específica da região dos Três Poderes continue barbarizando a nossa nação”, disse se referindo ao ministro do STF, Alexandre de Moraes.

“Ou o chefe desse poder enquadra o seu ou esse poder pode sofrer aquilo que nós não queremos, porque nós valorizamos, reconhecemos e sabemos o valor de cada poder da República. Nós todos aqui na Praça dos Três Poderes juramos respeitar a nossa Constituição. Quem age fora dele se enquadra ou pede pra sair”

Jair Bolsonaro em recado a Fux e ao STF

Bolsonaro afirmou ainda que “não podemos aceitar mais prisões políticas no nosso Brasil. Ou o chefe desse poder enquadra o seu ou esse poder pode sofrer aquilo que nós não queremos, porque nós valorizamos, reconhecemos e sabemos o valor de cada poder da República. Nós todos aqui na Praça dos Três Poderes juramos respeitar a nossa Constituição. Quem age fora dele se enquadra ou pede pra sair”, ameaçou.

Com informações da revista Forum e do site Metrópoles

 

 

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *