+ Notícias

Bolsonaro assina lei criando a primeira universidade do atual governo

Anúncios

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei que cria a Universidade Federal do Norte do Tocantins, que terá sede em Araguaína, desmembrando o campus da Fundação Universidade Federal do Tocantins. Com a mudança, cursos, alunos e cargos dos campi de Araguaína e Tocantinópolis vão ser automaticamente transferidos para a UFNT. Também serão criadas as unidades de Xambioá e Guarai.

Sem dar mais explicações, Bolsonaro disse que será uma nova forma de fazer o ensino público. A criação da universidade foi aprovada no Congresso Nacional no dia 12 de junho deste ano.

“É a primeira [universidade] do nosso governo e será uma forma diferente, mas diferente no bom sentido, de encarar o ensino público no nosso país. O Tocantins merece”, disse o presidente pelas redes sociais.

A UFTN tem cerca de 20 mil alunos, com cerca de 50 cursos presenciais de graduação, entre licenciaturas, bacharelados e cursos tecnológicos.

Criação de universidades nos governos Lula e Dilma

Entre 2013 e 2014, foram criadas 18 novas universidades federais e 173 campus universitários, praticamente duplicando o número de estudantes de 505 mil para 932 mil universitários. Foram implantados também, mais de 360 unidades dos institutos federais em todo o país.

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *