+ Notícias

Bolsonaro diz que “até gostaria” de ser dono de um laranjal

Em discurso no Rio de Janeiro, o presidente Jair Bolsonaro ironizou as acusações sobre o uso de candidatos laranjas no PSL, durante as eleições de 2018. Segundo o presidente, já que laranja é um produto rentável, ele “até gostaria” de ser proprietário de um laranjal.

“No Rio de Janeiro, as três candidatas laranja recebeu [sic], cada uma, R$ 1,8 mil para pagar o contador e não coloca na prestação de contas. Aí eu sou dono do laranjal no Rio de Janeiro. Até gostaria que fosse, a laranja é um produto rendoso”, afirmou.

O esquema de candidaturas laranjas do partido do presidente é investigado pelo Ministério Público e pela Polícia Federal nos estados de Minas Gerais e Pernambuco. Os principais envolvidos no caso são Marcelo Álvaro Antônio (Ministro do Turismo), Adriana Maria Moreira Borges (ex-candidata a deputada federal em MG), Zuleide de Oliveira (Ex-candidata a deputada estadual em MG), Cleuzenir Barbosa (ex-candidata a deputada estadual em MG), Maria de Lourdes Paixão (ex-candidata a deputada federal em PE) e Gustavo Bebbiano, ex-Secretário Geral da Presidência e protagonista da primeira demissão no alto escalão do governo.

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *