+ Notícias

Bolsonaro diz que MP faz “esculacho” com Flávio para atingir Governo

O presidente Jair Bolsonaro acusou o Ministério Público nesta quinta-feira (16) de perseguir seu filho, o senador Flávio Bolsonaro, para prejudicar o Governo. O MP investiga possíveis irregularidades financeiras de Flávio a partir de dados apontados pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf).

Segundo Bolsonaro, o objetivo da quebra de sigilo é atingí-lo. “Estão fazendo uma carga enorme em cima dele, porque é meu filho, nada mais além disso. Nada mais além disso. Estão fazendo uma carga em cima dele desproporcional, descomunal, uma perseguição”, criticou.

Para o presidente, o sigilo de Flávio foi quebrado desde o ano passado, mas, para dar um verniz de legalidade, quebraram oficialmente. Ainda de acordo com ele, as apurações estão “fazendo um esculacho.”

Bolsonaro também disse que seu governo é de austeridade e responsabilidade com o dinheiro público e que não vai aceitar conchavos para atender interesses. “Façam justiça! Querem me atingir? Venham pra cima de mim! Querem quebrar meu sigilo, eu sei que tem que ter um fato, mas eu abro o meu sigilo. Não vão me pegar!”, disse.

Entre 2010 e 2017, Flávio Bolsonaro teria lucrado mais de R$ 3 milhões em transições imobiliárias. Segundo os promotores, ele investiu cerca de R$ 9 milhões na compra de 19 imóveis. No caso, há suspeitas de subfaturamento nas compras e superfaturamento nas vendas.

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *