DEMOCRACIA

Câmara debate aumento da violência contra jornalistas e comunicadores no país

Anúncios

A Câmara dos Deputados realiza nesta terça-feira (4) audiência pública para debater a violência contra jornalistas e comunicadores e como isso ameaça aos direitos humanos e a democracia. O evento será realizado em conjunto pelas comissões de Cultura, onde a proponente foi a deputada Maria do Rosário (PT-RS), e pela comissão de Direitos Humanos, onde a autoria foi do deputada Túlio Gadelha

A audiência pública acontecerá às 14h30, no plenário 9 da Câmara Federal

O dado mais recente revela que a violência contra jornalistas aumentou 36% em relação à 2017, segundo o relatório da Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj). De acordo com o levantamento, foram registrados 135 casos de agressões, atingindo 227 jornalistas.

A deputada Maria do Rosário (PT-RS) argumenta que é preciso entender e pensar soluções para a reversão do triste quadro de violência contra os jornalistas, comunicadores e profissionais de imprensa em atuação no Brasil.

Anúncios

“Mesmo após a redemocratização o país vivencia violência a jornalistas, comunicadores e profissionais de imprensa em geral, seja por restrições injustificáveis ao exercício de suas profissões, seja até mesmo por crimes contra a vida destes profissionais”, destaca a deputada.

Foram convidados para audiência representações da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB Nacional), jornalista Leonardo Sakamoto; representante da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT) e o Sindicato dos Jornalistas do Rio Grande do Sul, além do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos e da ONG Artigo 19.

 

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *