CIDADANIA

Canadá legaliza maconha para uso recreativo

Entra em vigor nesta quarta-feira (17), a lei que libera o uso de maconha para uso recreativo no Canadá. A intenção é deter o mercado negro e seu uso entre os jovens, em meio a preocupações em torno da saúde pública.

Horas antes da abertura de pontos de venda, um funcionário do governo federal comunicou via agências de notícias que o Canadá perdoará todos aqueles com condenações por posse de até 30 gramas de maconha – o novo limite legal. Além da posse de até 30 gramas, cada usuário pode cultivar até quatro pés de maconha em casa.

O Canadá permite o uso medicinal da maconha desde 2001.

A regulamentação não é uniforme em todo o país. Cada província executa sua própria abordagem na estrutura estabelecida pelo governo federal. Algumas províncias operam lojas administradas pelo governo, outras permitem varejistas privados, além de algumas províncias que permitem ambos.

As províncias de Alberta e Quebec definiram em 18 anos a idade mínima para a compra de maconha, enquanto as demais fixaram a idade mínima em 19 anos.

O governo enviou uma mensagem a 14 milhões de famílias com informações sobre a droga e advertências sanitárias, como a necessidade de se manter a maconha longe de crianças e animais de estimação. A organização Mothers Against Drunk Driving se associou ao Uber e à produtora de maconha Tweed em uma campanha contra a direção sob os efeitos da cannabis.

Artigo anteriorPróximo artigo
Isabela Santos
Isabela Santos é jornalista e repórter da agência Saiba Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *