CIDADANIA

Funcionários e população pedem permanência de diretora da UBS de Ponta Negra removida pela Secretaria de Saúde de Natal

A mudança na direção da Unidade Básica de Saúde (UBS) da Vila de Ponta Negra anunciada recentemente pela Secretaria Municipal de Saúde de Natal não agradou a comunidade local. Para tentar evitar a troca na direção da unidade, funcionários e várias instituições da sociedade civil organizada escreveram uma carta pedindo a permanência da atual diretora. Entre os signatários do documento, está a Ong Mutirão, o Projeto Saci/ Poti da UFRN, as Rendeiras da Vila, a Tapiocaria da Vó, o Movimento de Pescadores e Pescadoras Artesanais da Vila de Ponta Negra, Amigos Solidários, Associação dos Nadadores de Ponta Negra, Escola Estadual Jerônimo de Albuquerque e a Paróquia São João Batista da Vila de Ponta Negra.

Pessoas que trabalham na UBS de Ponta Negra contam que a substituição foi anunciada sem qualquer explicação ou conversa prévia com funcionários ou frequentadores da unidade.

“Não disseram nada! Simplesmente a chamaram no Distrito e, chegando lá, informaram que havia uma nova substituta pra ela. Achamos um absurdo, sem ao menos conversar, sem ao menos explicar a razão“, critica uma funcionária da UBS de Ponta Negra que prefere não ser identificada.

Na carta, direcionada ao prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB), ao secretário de Saúde da capital, George Antunes, e ao presidente do Conselho Municipal de Saúde, Sedruoslen Guelir Cavalcanti Costa, o grupo defende a atuação de Elvira Maranhão de Freitas, que atua no SUS há 26 anos e estava há quatro à frente da UBS de Ponta Negra.

“Esta CARTA DE APOIO apresenta-se como uma conclamação em defesa da manutenção da gestora frente à referida Unidade de Saúde. Reconhecemos que, por sua capacidade técnica, postura ética, de profundo sentimento humanitário e, sobretudo, pelo compromisso com o SUS, a atuação de Elvira tem sido fundamental para as mudanças que vêm ocorrendo no processo de trabalho em saúde e para a efetivação das diversas ações junto à comunidade”, traz um trecho da carta.

Entre as ações de Elvira, o grupo destaca na carta a realização de uma gestão democrática e participativa, com valorização dos profissionais de saúde, postura acolhedora, incansável na defesa da comunidade, do SUS e da vida; a articulação com as escolas e Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI´s) da Vila, levando ações como o PSE (Programa Saúde na Escola), intervenções das disciplinas SACI e POTI, ações de saúde bucal, serviços médicos e de enfermagem; Implantação do SPA (Sala de Priorização de Atendimentos) com coleta de swabs durante a pandemia; Informatização dos dados com ampliação do acesso ao Prontuário Eletrônico Cidadão na Unidade de Saúde e a participação ativa no Fórum Vila em Movimento com importantes decisões para a melhoria da vida dos moradores da Vila de Ponta Negra.

A Agência Saiba Mais entrou em contato com a assessoria da Secretaria Municipal de Saúde de Natal para saber os motivos da mudança, mas nós não conseguimos retorno até a publicação desta matéria.

Confira a carta na íntegra:

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *