EDITORIAL: Fátima e o desafio do Pro-sertão

A condenação da Guararapes pela Justiça do Trabalho revelou que, além de descumprir normas trabalhistas, a empresa se beneficiou de dinheiro público sem devolver à sociedade qualquer benefício.