Natália Bonavides denuncia presidente Bolsonaro à Corte e na Comissão Interamericana de Direitos Humanos por celebrar o golpe militar

Site do Ministério da Defesa foi utilizado para promover nota que celebra Golpe de 1964. Ação vai contra determinações da Corte Interamericana que determina que o Estado brasileira reconheça as violações cometidas durante o período e reeduque as Forças Armadas para que crimes não voltem a ocorrer.