Catalunha: um exemplo de cidadania

Num momento que precisamos constituir uma cidadania global, para salvarmos a própria espécie de extinção, não me parece que a aposta em nacionalismos e regionalismos, que só faz nos dividir, ainda mais, seja a solução

O tribunal nosso de cada dia

O jornalismo declaratório mata a essência da busca pela verdade. Preguiçoso, prefere dar vazão a versões prontas e cômodas, a apurar e se aprofundar nos fatos, para confirmá-los ou revelá-los distintos da versão oficial.

Confissões inconfessáveis dos ladrões de sonhos…

O Golpe roubou não só o mandato da presidenta Dilma. Foram os sonhos de uma vida melhor dos brasileiros. Foi o voto, a confiança de um país num projeto de nação que foi usurpado. Por isso agora os chamo de “ladrões de sonhos”.

Eveline Sin escreve às quartas-feiras na agência Saiba Mais

corpofilhacorpomãe

​parece que, agora que descobriram que se faz arte nesse brasil, a ignorância tem trabalhado pra encurralar a danada no canto da parede. é aí que constatamos a dureza total dos tempos.