Eveline Sin escreve às quartas-feiras na agência Saiba Mais

carta em silêncio

até onde nada era possível ouvir. o silêncio ganhou o tamanho das estrelas. longe. nem o olho alcançava seu fim.

Enem e o argumento da exclusão

Posso imaginar qual tenha sido a surpresa de quem naquele momento se submetia à prova. A invisibilidade das pessoas com deficiência é tanta, que jamais imagina-se ter que escrever sobre elas.

Robinhos

O extrato concentrado de ódio de classe sinaliza o que deve ser o futuro do Rio Grande do Norte, se continuar o predomínio da elite conservadora e predatória representada pela torcida marista.

Se não têm pão, que se alimentem de ódio.

Em um ambiente de extrema polarização e hostilidade política como no Brasil pós golpe, conspirações são amparadas por um ceticismo sólido na classe política, na mídia tradicional e nas instituições.