Canastra Real: Augusto Viveiros e mais oito servidores da ALRN viram réus

O esquema teria desviado R$ 2,4 milhões, a partir de 2015, envolvendo funcionários fantasmas recrutados pela então chefe de Gabinete da Presidência Ana Augusta Simas. Entre os réus está o ex-deputado federal e atual secretário-geral da ALRN Augusto Viveiros. A ação penal é oriunda da operação Canastra Real realizada em setembro pelo MP.