MPF vai investigar obra paga com orçamento secreto que beneficia Rogério Marinho

A Procuradoria da República no Distrito Federal abriu uma investigação para analisar se há indícios de que os ministros do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e do Turismo, Gilson Machado, cometeram atos de improbidade administrativa. A apuração envolve suposta irregularidade na indicação, que teria sido feita por Rogério Marinho, de verba federal no valor de R$ 1,4 milhão para a construção de um mirante turístico.