CIDADANIA

Ciclista é agredido no trânsito em Natal depois de denunciar motorista em faixa exclusiva de ônibus e bicicleta

Marcos tem 33 anos, um filho de 11 meses, é casado e começou a usar a bicicleta como opção de transporte em 2003, quando ainda morava em Brasília. Um hábito que manteve ao se mudar para Natal. Marcos, que é motorista e motociclista, decidiu deixar o carro em casa nesta quarta (11) e saiu de bicicleta para resolver um problema no banco numa agência no Tirol, em Natal. Ele estava voltando pra casa e seguia na ciclo faixa da avenida Prudente de Morais, que é exclusiva para compartilhamento entre ciclistas e ônibus, quando percebeu pelo retrovisor que o motorista de um carro o estava pressionando para que saísse da faixa e subisse a calçada.

Estava pedalando em ritmo médio e a partir do cruzamento da Comjol, na Prudente, até o cruzamento com a Amintas Barros, percebi que esse motorista, que estava num carro vermelho com adesivo no capô, ficava colado na minha roda traseira, pressionando para que eu subisse a calçada. Mas, pelo código de trânsito, calçada é para pedestres e eu me mantive no meu direito ali. Logo em seguida vi um agente de trânsito, ele também percebeu e voltou para a faixa correta, que é onde deveria estar desde o início”, conta Marcos, que é advogado.

O ciclista aproveitou a presença do agente e repassou a denúncia do que estava acontecendo. Nesse meio tempo, como voltou para a faixa de veículos comuns, o carro ficou preso no trânsito, que estava congestionado.

Enquanto falava com o agente, o carro foi se aproximando e eu apontei para o motorista para dizer quem estava me perseguindo no trânsito. O guarda não deu muita atenção, parecia que já estava indo embora, e o motorista também não se manifestou. Segui meu caminho e mais à frente, cerca de 400 metros depois, esse mesmo motorista tinha estacionado o carro na calçada e estava parado, me esperando. Quando ia passando, ele abriu a porta já me xingando, extremamente alterado, e perguntando o que eu tinha dito ao agente. Ele partiu para agressão física e quando vi que iria fugir, peguei a chave do carro dele para esperar a polícia chegar”, relata.

O advogado fez um boletim de ocorrência na delegacia e, nesta quinta (12), também fez exame de corpo de delito no Itep.

Fui em busca de filmagens das câmeras de segurança do comércio na região e o pessoal comentou que foi um ataque covarde de uma pessoa em fúria. Ele acabou machucando até a própria mulher durante as agressões”, lamenta Marcos.

Durante todo o tempo em que tem utilizado a bicicleta como meio de transporte, Marcos conta que apenas em 2011 tinha passado por situação semelhante, quando um motorista bêbado buzinou insistentemente para que o ciclista saísse da rua, localizada no nobre bairro do Tirol.

“No sinal, eu fui tirar satisfação porque ele buzinou e jogou o carro pra cima de mim. O motorista saiu de forma violenta. Um rapaz apareceu pra me ajudar e o condutor do veículo fugiu. Digo que ele estava bêbado porque os sinais eram visíveis no momento em que saiu do carro”, relata Marcos, que segue com sua rotina normal sobre as duas rodas, apesar dos episódios.

De certa forma consigo usar [a bicicleta] com tranquilidade, pois a gente adota técnicas pra evitar acidentes ou manobras egoístas de alguns motoristas. Os mal educados são minoria”, avalia Marcos, que preferiu não ter a imagem divulgada para evitar uma maior exposição.

Nós, da Agência Saiba Mais, entramos em contato com a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana para questionar a falta de ação do agente de trânsito e sobre a fiscalização das faixas compartilhadas na capital. Nos foi passado que a questão seria verificada, mas não conseguimos uma resposta conclusiva até a publicação desta reportagem.

Ciclistas durante o CicloNatal

Ciclistas fazem protesto

A agressão contra Marcos motivou um protesto, marcado para as 19h desta quinta (12), na mesma avenida Prudente de Morais, onde o ciclista foi agredido. O grupo pede mais segurança aos ciclistas e questionam o porquê do agente não ter tomado nenhuma atitude e os órgãos competentes não fiscalizarem as faixas compartilhadas, punindo os infratores.

Dia: Quinta (12)

Hora: 19h

Local: Concentração na Prudente de Morais (concessionaria Kia/Peugeot)

Percurso: Da Prudente de Morais até a avenida Engenheiro Roberto Freire, na Rua Abraham Tahim.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo