CIDADANIA

Ciclistas marcam novo protesto em Natal depois de atropelamento na Eng. Roberto Freire

Depois do atropelamento de um ciclista na noite desta quarta (8), companheiros de bike marcaram um novo protesto em Natal para esta sexta (10). O caso aconteceu com Genivaldo Alves Ribeiro, que seguia de bicicleta com amigos pela avenida Engenheiro Roberto Freire, quando teve a bicicleta atingida por um carro na saída de um semáforo vermelho.

“Tinha marcado com amigos de descer a Via Costeira de bike. Paramos no sinal perto da UNP, que estava fechado. Quando saímos, andei cerca de 1,5 e um carro me atingiu. Acho que o motorista errou a marcha e acelerou. Ele acabou arrebentando a roda traseira da bicicleta. Mas foi um camarada muito educado, se preocupou em me levar ao hospital e se responsabilizou também em ver a questão do prejuízo”, comenta Genivaldo, que é Técnico em Energias Renováveis.

Apesar do susto e do pneu traseiro destruído, Genivaldo não teve maiores ferimentos. Ciclista ativo há anos, ele conta que essa foi a primeira vez que se viu em acidente envolvendo um veículo.

“É o primeiro acidente envolvendo automóvel que me acontece, mas nunca tive traumas ou quebraduras por isso, já tinha acontecido de bater ou cair. É uma questão de reeducação no trânsito. Já fiz pedais até Serra Caiada e os carreteiros desviam, passam pela contramão para não passar perto do ciclista e são faixas mais estreitas. Mas, na cidade tem a pressa né… A necessidade de estar em algum lugar em determinado tempo, acontece essas coisas. Mas, acredito que seja mais um marco para que a STTU pinte as faixas reservadas”, avalia.

A manifestação desta sexta está marcada para começar às 19h, com ponto de concentração no estacionamento do supermercado Extra da avenida Engenheiro Roberto Freire.

Genivaldo no hospital, após o acidente

Outros casos

No início de agosto, um ciclista foi agredido em Natal pelo motorista de um carro ao denunciar perseguição do condutor que, além de tudo, estava indevidamente transitando na faixa exclusiva de ônibus e ciclistas pela avenida Prudente de Morais. Em solidariedade ao ciclista, colegas de pedal organizaram um “pedalaço” no dia seguinte.

Outra preocupação são os casos de assaltos que também têm sido denunciados por quem passeia de bicicleta pela Rota do Sol. No início deste mês, um ciclista chegou a fazer um vídeo mostrando centenas de pregos jogados em um trecho da área lateral da pista que é utilizada por ciclistas.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *