TRANSPARÊNCIA

Com 100% de UTIs ocupadas em Natal, Álvaro Dias cede a lobby de políticos evangélicos e reabre templos e igrejas

Anúncios

Mesmo com a situação dramática na rede pública de saúde onde 100% dos leitos críticos de UTIs e semi-intensivo para pacientes Covid-19 em Natal permanecem ocupados, o prefeito Álvaro Dias (PSDB) determinou a abertura de igrejas e templos religiosos a partir desta quarta-feira (8).

A autorização já foi publicada no Diário Oficial do Município. Leia aqui

Álvaro Dias atendeu a um lobby de parlamentares evangélicos de Natal, entre eles a deputada federal Carla Dickson (PROS), o deputado estadual Alberto Dickson (PROS) e o vereador Eriko Jácome (Podemos).

As eleições municipais estão marcadas para 15 e 29 de novembro de 2020.

Carla, Albert e Eriko têm suas bases eleitorais principalmente entre os fieis da Assembleia de Deus, principal congregação evangélica do Rio Grande do Norte, cuja população estimada é de mais de 220 mil pessoas. A AD tem cerca de 1.600 templos espalhados pelo Estado.

As famílias Jácome e Dickson vêm disputando espaço na Assembleia de Deus desde o início da década. Eriko é sobrinho do ex-pastor, ex-deputado federal e ex- vice-governador Antônio Jácome, atualmente se mandato. Carla é ex-vereadora e herdou a vaga na Câmara Federal após o deputado Fábio Faria assumir o ministério das Comunicações no governo Bolsonaro.

O vereador Eriko Jácome disse pelas redes sociais ainda na terça-feira que Álvaro Dias atendeu a um pleito dele ao autorizar a reabertura de templos religiosos. Já Carla Dickson também informou pela rede Instagram que recebeu um telefonema do próprio prefeito confirmando que atenderia aos apelos dela e de vários outros pastores.

O casal Carla Dickson e Albert Dickson também tem assento no comitê científico criado pela prefeitura de Natal e vem fazendo lobby junto a Álvaro Dias para a distribuição de hidroxicloroquina e ivermectina na rede pública de saúde do município. Os dois são médicos oftalmologistas e aprovaram projetos na Câmara Municipal (antes de Carla assumir a vaga de Fábio Faria) e Assembleia Legislativa (Albert Dickson) solicitando a distribuição gratuitas desses remédios pelo SUS. Não há, no entanto, nenhuma comprovação científica da eficácia desses medicamentos no tratamento da Covid-19.

Decreto

O decreto que autoriza a abertura de igrejas e templos evangélicos em Natal (RN) recomenda uma série de medidas de segurança e delega à Guarda Municipal a fiscalização dos estabelecimentos, que podem ser multados ou interditados em razão dos descumprimentos das normas.

Entre as recomendações estão distanciamento mínimo de 1,5 metro entre os fieis, higienização com álcool em gel, frequência simultânea máxima de 20 pessoas, agendamento de atendimento individualizado, além de outras restrições. O decreto também delega à administração da igreja ou templo religioso a orientação aos seus frequentadores a não participar das cerimônias religiosas em caso de surgimento dos sintomas do Covid-19.

Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *