TRANSPARÊNCIA

Com pacientes em fila de espera por UTI na região Oeste, Hospital São Luiz fecha 15 dos 50 leitos para covid-19 por falta de kit intubação

Por falta do kit intubação, o Hospital São Luiz, localizado em Mossoró, fechou 15 dos 50 leitos dedicados à internação de pacientes em estado grave com covid-19. A unidade é privada e recebe repasses do Governo do Estado e da Prefeitura de Mossoró para manter os leitos funcionando. Só do município, responsável por 30% do custeio, foram pagos três milhões de reais pelo último contrato.

O São Luiz é o hospital com o maior número de vagas de internação para pacientes com covid-19 em Mossoró. A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), explicou que não tem como ajudar a unidade de saúde porque está sem estoque de anestésicos que fazem parte do kit intubação e que possui reserva, apenas, para manter os hospitais públicos funcionando.

Além dos 15 bloqueados, o Hospital São Luiz tem outros 35 leitos, mas todos já ocupados com pacientes vítimas da covid-19. Pelo sistema de regulação, há 39 pessoas na fila por um leito crítico (semi-intensivo ou UTI) em todo o Rio Grande do Norte, sendo que 18 estão na região Oeste do estado, onde fica Mossoró, que possui apenas duas vagas disponíveis. Os outros 21 pacientes da fila estão na região Metropolitana de Natal, onde há 30 vagas para internação.

O Rio Grande do Norte possui uma taxa de 91% de ocupação dos leitos críticos. Na região Oeste esse índice é de 97%, baixa para 90% na região metropolitana de Natal e para 80% no Seridó. Até esta terça, 722 pessoas morreram à espera de um leito de UTI no RN. Ao todo, 16 dos 27 hospitais no estado com leitos críticos para pacientes com covid-19 estão com 100% de ocupação.

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo