DEMOCRACIA

Após pressão dos estudantes, UFRN dobra valor para aquisição de equipamentos tecnológicos por alunos

Após pressão e mobilização dos estudantes, a UFRN aumentou para R$ 1,2 mil o valor do auxílio instrumental, verba direcionada direcionado para aquisição de equipamentos tecnológicos por alunos em situação de vulnerabilidade social. O benefício tem o intuito de facilitar o acompanhamento das aulas em formato remoto confirmadas para 24 de agosto.

O valor definido anteriormente para o benefício variava entre R$ 600 a R$ 850. De acordo com a assessoria da reitoria da UFRN, a universidade tinha destinado R$ 6,1 milhões para atender a 10 mil pessoas, mas cerca de 3,5 mil alunos solicitaram o benefício.

O Diretório Central dos Estudantes (DCE) propôs o valor de R$ 1,5 mil aos aprovados no cadastro. De início, a UFRN rejeitou a sugestão alegando que a “sobra” custearia novas despesas. Em nota, a reitoria disse que se o valor solicitado pelos estudantes fosse implementado, o edital que esta em processo de finalização seria anulado.

“Outros gastos precisarão ser efetuados, como a concessão de apoio à alimentação e ao transporte dos alunos que moram na zona rural e, provavelmente, não terão acesso à internet, em virtude da falta de torres de transmissão. De toda forma, o pró-reitor ficou de levar a demanda dos estudantes à Administração Central, lembrando que o aumento do Auxílio Instrumental só pode ocorrer com a aprovação do Conselho de Administração (Consad), o que acarretaria na suspensão do edital atual que está em fase de finalização, bem como na formulação de um novo processo seletivo, possibilitando um atraso no pagamento dos benefícios”, afirmou.

No entanto, o movimento estudantil aumentou a pressão nas redes sociais.

“A UFRN não acha “razoável” um auxílio de mais de 1200 reais? Os estudantes precisam responder que o que não é razoável é a Universidade impor um semestre obrigatório contra a vontade dos discentes e, ainda, menosprezar as demandas legítimas dos alunos!”, declarou o DCE.

Na segunda-feira (10), a reitoria se reuniu mais uma vez com representantes do movimento estudantil e definiu o valor final em R$1,2 mil. Não houve cancelamento do edital vigente e o resultado dos estudantes aptos a receberem o auxilio sairá na sexta-feira (14).

O DCE comemorou a vitória lembrando que a mobilização não só aumentou como dobrou o valor previsto inicialmente:

“Mobilização contínua dos estudantes dobrou o valor do auxílio instrumental de 600 para 1200 reias. Lutar vale a pena”, declarou o movimento.

A conquistou rompeu as barreiras da universidade. A vereadora de Natal Divaneide Basílio (PT) também celebrou o feito:

“Quero aqui parabenizar a luta dos estudantes da UFRN que com muita mobilização conseguiram mudar de R$ 600 para R$ 1.200 o valor do auxílio instrumental para a volta do semestre. Estudante e luta são sinônimos”, pontuou a vereadora.

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Allan Almeida
Jornalista potiguar em formação pela UFRN.