DEMOCRACIA

Condições epidemiológicas da covid-19 no RN permitem retorno das aulas presenciais, avalia Getúlio Marques

Com a melhora e manutenção dos índices epidemiológicos da pandemia no Rio Grande do Norte, a retomada das aulas presenciais nas escolas públicas do estado acontece no próximo dia 19 de julho. A informação foi confirmada pelo secretário estadual de educação, Getúlio Marques, durante entrevista ao Balbúrdia, do Saiba Mais, nesta segunda-feira, 12.

Mesmo diante de um indicativo de greve votado em assembleia do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado (SINTE) e o anúncio de que a entidade acionará a Justiça para manter o formato remoto das aulas até a imunização completa dos profissionais, o retorno presencial, que será gradual, foi reafirmado pelo titular da pasta. Os trabalhadores reivindicam que seja completado o ciclo de vacinação, com a aplicação da segunda dose.

O secretário disse que respeita a decisão e está aberto ao diálogo, mas o plano elaborado pelo governo estadual condicionava, desde o início, a volta das aulas presenciais à melhora dos indicadores quanto à taxa de transmissão da Covid-19, que precisava ser menor que 1, e ocupação de leitos, inferior a 70%. Getúlio destaca, ainda, que a maior parte das 586 escolas da rede estadual estão preparadas para seguir protocolos de biossegurança.

O secretário informou que a decisão segue as recomendações do comitê científico e seguirá observando os índices epidemiológicos: “do jeito que nós abrimos, nós fechamos”, caso haja aumento na transmissão da doença e ocupação de leitos. “O cumprimento desses aspectos permitirá o retorno gradual, híbrido e facultativo”.

Confira entrevista na íntegra.

 

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *