CULTURA

Contos sobre desamor e relações humanas dão o tom do novo livro do escritor Cefas Carvalho

“Noite passada sonhei que alguém me amava”. Este é o título do novo livro do jornalista Cefas Carvalho, editado pela editora paulista Penalux, que será lançado em Natal nesta quinta-feira (17), no Bardallos Comida e Arte, no Centro de Natal. A noite de autógrafos acontece a partir das 18h.

Segundo o autor, o livro é uma compilação de 28 contos, escritos no espaço de uma década, alguns inéditos (como “E agora, José?” e “Monga, a Mulher Gorila do Grand Circo Roldán”), outros premiados em concursos regionais e nacionais (como “Café frio”, vencedor do concurso literário da EDUFRN e que está sendo filmado em forma de curta de ficção por uma turma de cinema da UnP. Outros contos foram publicados em jornais, revistas e nas redes sociais, principalmente no perfil pessoal no Facebook de Cefas.

O prefácio do livro é da escritora e jornalista Giovana Damaceno, o texto da orelha, da escritora e crítica literária Alexandra Vieira de Almeida, revisão da escritora e poeta Jeanne Araújo, capa de Karina Medeiros. Quem assina a foto utilizada na capa do livro é  a fotógrafa potiguar Meysa Medeiros.

– “Os contos são autônomos e escritos em fases diferentes da vida. A linha que os une é o prisma de te-los escritos focado na condição humana e nas relações interpessoais e na insistência pelo tema do desamor e da perda, temas que sempre instigam, literariamente falando”, afirma o autor.

Sobre o processo de escrever e publicar contos, Cefas lembra frase famosa do escritor argentino Julio Cortázar:

“O romance vence o leitor por pontos, enquanto o conto tem que ganhar o leitor por nocaute”, cita.

Sobre o escritor

Paulistano de mãe niteroiense e pai potiguar, Cefas carvalho reside em Natal há duas décadas e meia. Tem sete livros publicados: Os romances “Ponto de Fuga” (2000), “Três” (2005), “Carla Lescaut” (2015), “Os olhos salgados” (2017) e “Combustão” (2018) (estes dois últimos também pela Penalux, e o último em parceria com a escritora potiguar Jeanne Araújo), o livro de poesias “Reinvenções” (2006) e o livro de histórias curtas “Encontos e desencontos” (2008). É jornalista, tendo trabalhado em veículos diversos em Natal e Mossoró, hoje é editor geral do Portal Potiguar Notícias. Tem uma coluna às quartas-feiras neste portal Saiba Mais, onde escreve sobre política e atualidades.

 

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo