CIDADANIA

Covid-19: Municípios poderão reservar até 50% das doses para avanço da faixa etária de vacinação

A partir de agora, 50% das doses recebidas pelos municípios para vacinação contra covid-19 poderão ser reservadas para avanço na faixa etária de imunização. Os outros 50% serão utilizados para garantir a vacinação dos grupos prioritários, após a retirada da cota destinada aos trabalhadores da Educação. O acordo foi fechado na manhã desta quarta (9), depois de reunião do Comitê Intergestores Bipartite (CIB), formado pelo Governo do Estado do Rio Grande do Norte, o Conselho das Secretarias Municipais de Saúde (Cosems), a Prefeitura de Natal e a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap).

Com a chegada da próxima remessa de 59.250 doses da AstraZeneca/Oxford, programada para a próxima semana, serão distribuídas cotas específicas para o avanço por faixa etária em paralelo à vacinação dos grupos prioritários. As vacinações dos diferentes grupos vão ocorrer de forma simultânea.

“Temos ainda grupos prioritários que precisam ser vacinados. Municípios menores já conseguiram concluir a vacinação dos grupos prioritários e poderão avançar com maior rapidez para vacinação exclusiva por faixa etária”, explica Lyane Ramalho, subsecretária de Gestão e Planejamento da Sesap.

Dia D para Gestantes, Puérperas e Lactantes

Durante o encontro, também ficou acordada a inclusão das lactantes no processo de imunização, além do Dia D da vacinação para as gestantes, puérperas e lactantes com bebês de até 6 meses, uma orientação da Sociedade de Especialistas de Ginecologia e Obstetrícia.

Para atualizar os cadastros na plataforma RN + Vacina, serão feitos mutirões entre o Cosems, regionais de saúde e a Sesap, que também vai disponibilizar um formulário para verificar se todas as pessoas com comorbidades foram vacinadas. Caso o município não consiga atingir todo o público com comorbidade com as doses distribuídas, será feita uma solicitação formal ao Ministério da Saúde para o envio de doses que possam complementar a imunização desse grupo.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *