TRANSPARÊNCIA

Covid-19: Treze cidades no RN têm casos confirmados da variante Delta

O Rio Grande do Norte tem 39 casos confirmados da variante Delta do novo coronavírus em, pelo menos, treze cidades: São José do Mipibu (6), Caicó (1), Equador (4), Natal (2), Parnamirim (4), Mossoró (4), São Gonçalo do Amarante (3), Nísia Floresta (3), Extremoz (1), Canguaretama (1), Jucurutu (1), Santa Cruz (1) e Macaíba (1). O estado tem, ao todo, 127 municípios.

Os casos mais recentes foram registrados em: Caicó, Equador, Natal e Parnamirim. O relatório das análises foi recebido na terça (21) pelo Laboratório Central Dr. Almino Fernandes (Lacen-RN), referência estadual no diagnóstico de Covid-19 e responsável pelo envio das amostras.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap) um total de oito amostras coletadas em agosto foram enviadas no início de setembro à Fiocruz, sendo mais cinco identificadas como sendo da variante Delta. Pelos resultados apresentados, a Sesap alerta que a variante Delta já está circulando por transmissão comunitária e os estudos realizados até agora apontam que ela conta com um alto potencial de transmissão. Os dois primeiros casos no RN foram registrados em 24 de agosto, em duas pacientes de Natal.

No dia 15 de setembro, a Sesap confirmou duas mortes pela variante Delta no estado. Os pacientes eram de São José de Mipibú: um tinha 89 anos e estava vacinado com duas doses da Coronavac/ Butantan, sendo a primeira dose registrada no dia 24 de fevereiro e a segunda em 23 de março. Ele faleceu no dia 4 de setembro. Já o segundo paciente tinha 45 anos e não possuía registro de vacina. Ele faleceu no dia 11 de setembro.

Até esta quinta (23), o Rio Grande do Norte tinha um total de 367.954 casos confirmados e 175.121 casos suspeitos de covid-19, além de 95.140 casos em acompanhamento. Foram registrados no estado um total de 7.327 óbitos confirmados e 1.328 suspeitos da doença.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *