CIDADANIA

Curso Nacional de Comunicação debate jornalismo na era Bolsonaro

O cenário instalado a partir da candidatura de Jair Bolsonaro é responsável por alterações em diversas áreas sociais, incluindo os temas de comunicação. A fim de discutir o fazer jornalístico a partir dessa conjuntura, a mídia alternativa e o ativismo digital, o IV Curso Nacional de Comunicação do Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé está com inscrições abertas até 19 de julho. Os encontros, de 29 a 31 do próximo mês, contarão com diversos intelectuais e acontece na sede do Barão, em São Paulo.

Entre os debatedores estarão referências da economia, juventude, Internet e mundo do trabalho. Esta edição do curso contará também com a modalidade online, onde toda programação poderá ser acompanhada à distância, por meio de streaming exclusivo aos inscritos.

Abrindo a programação, em 29 de julho, o curso irá debater “Os desafios políticos e comunicacionais na era Bolsonaro”, com a participação de Márcio Pochmann, presidente da Fundação Perseu Abramo; Juliano Medeiros, presidente nacional do PSOL; entre outros convidados. Ao longo do dia também será discutido o tema “Mídias digitais: potencialidades e armadilhas”, com Sérgio Amadeu, do Comitê Gestor da Internet e outros participantes.

Já no segundo dia, 30 de julho, o debate começa por meio da questão “Quem são os jovens brasileiros?”, que contará com Renato Meireles, do Instituto Locomotiva de Pesquisas; e Gabriel Medina, ex-secretário nacional de juventude do Governo Federal. Mais tarde, a temática aborda “Como conversar com a juventude?”, em conversa com Carina Vitral, coordenadora nacional da União da Juventude Socialista (UJS); Jessy Dayane, da  coordenação nacional do Levante Popular da Juventude; e outros convidados.

Neste dia, o debate ainda abordará  “As formas de comunicação com a juventude”, com a participação de Pablo Capilé, da Mídia Ninja; Laura Capiglione, do Jornalistas Livres; e Marcelo Branco, profissional de TICs e integrante do Conexões Globais

Para finalizar a programação, dia 31 de julho, será abordada “A ofensiva contra os movimentos sociais”, na presença de Natália Szermeta, da coordenação nacional do MTST; João Paulo Rodrigues, da coordenação nacional do MST; Marianna Dias, presidenta da UNE; e Clemente Ganz Lúcio, da coordenação do Dieese. Também será debatida a “Cultura sob o cerco fascista”, com o ator Sérgio Mamberti, junto com a cineasta Tata Amaral e o escritor Fernando Morais. O dia termina com a Rodada de conversa sobre os desafios da comunicação e balanço do IV Curso Nacional de Comunicação.

As vagas para o curso são limitadas e as inscrições podem ser feitas até 19 de julho. O investimento para a inscrição presencial é de R$ 200, enquanto a modalidade à distância (transmissão online) custa R$ 150. A inscrição presencial não inclui alojamento e refeição. Faça sua inscrição (aqui).

 

Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *