CIDADANIA

Debate sobre resistência e visibilidade lésbica movimentou a noite do La Luna

Anúncios

A resistência e a visibilidade lésbica foram temas centrais do debate “Existimos porque resistimos – mulheres lésbicas fazendo a política e mudando a cidade” realizado quarta-feira (27), no bar La Luna, conhecido espaço de encontro LGBT+ em Natal (RN). O bate papo foi organizado e promovido pelo mandato da deputada estadual Isolda Dantas (PT), às vésperas do dia de visibilidade lésbica, celebrado nesta quinta-feira em todo o mundo.

– Diante da conjuntura atual, a luta contra LGBTfobia, contra o machismo, o patriarcado e de toda e qualquer violência contra mulher se faz necessária. Debatemos a diversidade para que tenhamos um futuro em que sejamos todas e todos iguais. Ocupar a praça do La Luna em Neópolis com poesia, arte e militância expressando os desafios diários de ser mulher lésbica e pensar alternativas no enfrentamento à lesbofobia é existir para resistir”, destacou a parlamentar do PT.

Anúncios

Encontro foi promovido e organizado pelo mandato da deputada estadual Isolda Dantas (PT)

Além de comemorar a data, a ideia do encontro surgiu da necessidade de ouvir as mulheres lésbicas de Natal sobre as pautas do segmento e, juntas, pensar políticas públicas a partir das demandas.

A coordenadora geral do DCE da UFRN e lésbica Brisa Brachi chamou a atenção para a questão da intolerância da qual a comunidade LGBT tem sido vítima:

O debate se faz necessário em virtude do momento atual de acirramento do ódio, da intolerância e deste modo é importante a reafirmação do respeito, da plenitude dos direitos enquanto cidadãs, da atenção a estas mulheres que sofrem os efeitos da lgbtdobia e do machismo e do patriarcado. É pensando em nós, mulheres lésbicas, para que possamos ter vez e voz luta e construção de uma sociedade com espaço para todos e todas”, disse.

Anúncios
Artigo anteriorPróximo artigo
Rafael Duarte
Jornalista e autor da biografia "O homem da Feiticeira: A história de Carlos Alexandre"

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *