DEMOCRACIA

Desenvolvimento e autoestima da Paraíba estão sendo criminalizados, desabafa Ricardo Coutinho

Anúncios

O ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) usou suas redes sociais para se manifestar sobre o pedido de prisão por ser apontado como chefe político da Organização Criminosa que desviou milhões do Governo do Estado. Ele disse lamentar “que a Paraíba esteja presenciando o seu maior período de desenvolvimento e elevação da autoestima ser totalmente criminalizado”.

Ricardo Coutinho teve um pedido de prisão decretado nesta terça-feira (17) em meio às investigações da operação Calvário, deflagrada pela Polícia Federal na Paraíba e em outros cinco estados.

Deflagrada em dezembro de 2018, a operação Calvário investiga um esquema de pagamento de propina infiltrado na Cruz Vermelha Brasileira, filial do Rio Grande do Sul, além de outros órgãos governamentais. A operação teve seis fases, resultado na prisão de servidores e ex-servidores de alto escalão na estruturado governo da Paraíba. Secretários estaduais da Paraíba são suspeitos de receber propina paga pela entidade, que administrava o hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa.

Além de Ricardo Coutinho, outras 16 pessoas tiveram pedido de prisão preventiva decretado.

Leia na íntegra a nota de Ricardo Coutinho:

Fui surpreendido com decisão judicial decretando minha prisão preventiva em meio a uma acusação genérica de que eu faria parte de uma suposta organização criminosa.

Com a maior serenidade digo ao povo paraibano que contribuirei com a justiça para provar minha total inocência. Sempre estive à disposição dos órgãos de investigação e nunca criei obstáculos a qualquer tipo de apuração.

Acrescento que jamais seria possível um Estado ser governado por uma associação criminosa e ter vivenciado os investimentos e avanços nas obras e políticas sociais nunca antes registrados.

Anúncios

Lamento que a Paraíba esteja presenciando o seu maior período de desenvolvimento e elevação da autoestima ser totalmente criminalizado.

Estou em viagem de férias previamente programada, mas estarei antecipando meu retorno para me colocar à inteira disposição da justiça brasileira para que possa lutar e provar minha inocência.

Ricardo Vieira Coutinho

 

Anúncios
Artigo anteriorPróximo artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *